Projeto de proteção de nascentes no noroeste de Minas beneficia 116 proprietários rurais

Iniciativa da Kinross, iniciada em 2011, protege atualmente 202 nascentes na bacia do Rio Paracatu, principal afluente do Rio São Francisco

Paracatu, Março de 2017 – A Bacia do Rio Paracatu, Noroeste de Minas, é uma região com enorme potencial hídrico já que é nessa bacia que nascem várias nascentes que formam o Rio Paracatu, um dos principais afluentes do Rio São Francisco. A importância desse recurso fez com que ONGs, em parceria com a Kinross, poder público e produtores rurais, idealizassem um projeto para proteger e preservar essas nascentes.

O projeto Proteção de Nascentes e Veredas foi idealizado em 2011 pela Kinross com apoio da ONG Movimento Verde (MOVER), do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e proprietários rurais da região. A cada ano o projeto só vai se fortificando e os números de nascentes protegidas e de proprietários rurais contemplados só cresce. Ao cercar e preservar as áreas de nascentes e veredas, o projeto minimiza impactos como a compactação do solo pelo pisoteio de animais e o desmatamento, melhorando assim a infiltração da água de chuva no solo e consequentemente a recarga dos aquíferos. Essa melhoria permite o aporte maior de água nos períodos de chuva e uma maior disponibilidade hídrica nas estações secas, favorecendo a produção agrícola, a pecuária e o próprio consumo das famílias que residem nessas áreas.

“Nos cinco anos de atuação, a Kinross já investiu mais de 660 mil reais no projeto. É importante ressaltar que além de gerar o benefício direto com o aumento do volume de água nas propriedades, o projeto também proporciona informação, conhecimento e conscientização para a comunidade”, afirma o diretor de Licenciamento e Sustentabilidade da Kinross, Alessandro Nepomuceno.

Dados do projeto
Hoje são 116 proprietários rurais contempladas com a conservação e proteção de 202 nascentes, garantindo o aumento do volume de água para a região. Nascentes que antes estavam quase morrendo, hoje fornecem água para várias propriedades e, com isso, os proprietários se beneficiam com o aumento do volume e da qualidade da água. O projeto já totalizou aproximadamente 1176 hectares de área protegida e mais de 80 Km de cercas construídas. Em 2016, o Projeto de Proteção de Nascentes e Veredas recebeu o Prêmio Hugo Werneck 2016 na categoria Melhor Exemplo em Água.