Kinross

Relacionamento com Comunidade

Crescer juntos, transformando desafios em oportunidades e comprometendo-se cada vez mais com o fortalecimento de um relacionamento marcado pelo respeito e confiança entre empresa e comunidade. Foi baseada nesta crença que em 2011 a Kinross reformulou sua Política de Investimento Social e construiu, de maneira conjunta, um programa com iniciativas que atendem aos principais aspectos levantados pelo Plano de Desenvolvimento Sustentável de Paracatu (o Paracatu 2030), com diretrizes para o desenvolvimento do município nos próximos 20 anos.

Para concretizar a transformação da realidade por meio de parcerias a empresa lançou o Programa Integrar, que atua nas seguintes áreas: Educação, Cultura, Geração de Trabalho e Renda e Meio Ambiente.

Educação

O Integrar eixo Educação se baseia na união de esforços entre professores e alunos de escolas públicas e seus familiares para melhorar a aprendizagem e elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), que avalia o desempenho de instituições e estudantes do ensino formal com idade entre 6 e 10 anos, no município. Desenvolvida em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, a iniciativa contempla ações estruturantes definidas a partir do Plano Pedagógico e de uma visão comum de futuro para as escolas.

Entre as principais ações, estão as oficinas com professores, estímulos às ações escolares, campanhas de sensibilização das famílias, incentivo à participação dos alunos na Prova Brasil e apoio técnico dado por bolsistas dos cursos de Pedagogia, Matemática e Letras. O projeto piloto foi desenvolvido nas escolas públicas com os maiores desafios nos resultados no IDEB de Paracatu.

Em 2013, 100 educadores foram envolvidos diretamente nas escolas e 62 nas atividades de formação oferecidas. 800 alunos foram beneficiados pelas atividades do programa e quase 9.200 pessoas em ações envolvendo familiares.

Cultura

A Kinross quer construir, junto com a Secretaria Municipal de Cultura e o setor artístico da cidade, um futuro mais promissor para grupos, entidades, atores e produtores culturais. Assim, aprimoramento, capacitação, gestão, registro da memória oral e construção de catálogos digitais com foco em educação patrimonial são trabalhados no Integrar eixo Cultura. A empresa busca trabalhar de forma integrada com projetos e ações já em desenvolvimento em Paracatu, contribuindo assim para a potencialização de seus resultados.

O projeto também está focado em alinhar a atuação do setor cultural com as políticas de referência para a formulação de projetos nos âmbitos municipal, estadual e federal, além de otimizar recursos, unir forças e construir uma proposta que seja compartilhada entre as partes interessadas.

Em 2013 aconteceram 106 apresentações artísticas com cerca de 13 mil espectadores. Foram 303 horas de oficinas e 2.288 participantes. 26 grupos culturais mobilizados que puderam contar com mais de 300 horas de consultoria especializada. Também foram lançados os catálogos de gastronomia e de artesanato. Outra ação concreta do programa foi o lançamento da uma revista alusiva aos 50 anos da Banda Lyra.  Os catálogos e a revista são produtos concretos da diversidade cultural e gastronômica existentes na cidade e possuem o objetivo de valorizar em primeiro lugar as pessoas, responsáveis diretas por manterem vivos os valores culturais da cidade e suas expressões criativas.

Geração de Trabalho e Renda

O Seminário de Parcerias apoia propostas que tenham como foco o desenvolvimento sustentável do município e que tenham atuação na geração de trabalho e renda por meio de ações nas áreas de educação, cultura e educação ambiental. As instituições com propostas contempladas pela iniciativa contaram, em 2012, com o apoio de universitários voluntários na sua formação e participaram de capacitações junto ao Instituto Hartmann Regueira. Isso contribuiu para o fortalecimento destas organizações e gerou, a médio e longo prazos, uma série de benefícios socioeconômicos para pessoas em situação de vulnerabilidade social. A abertura de editais e a chamada de projetos acontecem a cada dois anos, com a seleção de até 10 propostas por edição e valor individual máximo de R$ 50 mil. Além de passarem por uma triagem técnica, as iniciativas também são avaliadas por um Comitê Consultivo, formado por representantes do poder público, iniciativa privada e terceiro setor, que verifica o potencial de geração de trabalho e renda de cada proposta.

Em 2013, também foram selecionados seis projetos voltados para a geração de trabalho e renda. O Programa Integrar também realizou 50 horas de capacitação específica com foco na área de atuação para todas as instituições beneficiadas.

Além disso, recentemente, a Kinross realizou o Projeto Piracema, no qual foram mais de dez dias de intenso trabalho, envolvendo cerca de 40 artesãos locais e a equipe de profissionais do Laboratório Piracema de Design. A idéia foi promover a promoção do artesanato local com marca e design próprios, valorizando a tradição e auxiliando a produção local a alcançar parâmetros de qualidade, promovendo a geração de trabalho e renda.

Educação Ambiental

O projeto foi desenvolvido com base no Projeto Pedagógico e no Plano de Educação Ambiental (PEA) da Kinross, e abre possibilidades de integração e construção conjunta com as iniciativas da comunidade.
As principais ações deste eixo são:

•    Mediando: desenvolvido em escolas locais junto a alunos e professores do Ensino Médio. Tem como base a preservação do patrimônio natural e da cultural local, além da implantação do Sistema de Gestão Ambiental (SGA) nas escolas. Assim que a instituição de ensino define qual o patrimônio no município quer “adotar” e o que será feito, a Kinross Paracatu entra em ação e fornece suporte técnico e pedagógico.

•    Caravana Integrar – Meio Ambiente: tem o objetivo de desenvolver atividades (apresentações artísticas, oficinas, exibição de filmes, treinamentos, etc.) voltadas para o corpo discente, docente e funcionários de, inicialmente, quatro escolas locais. A programação, que acontece dentro ou fora das instituições de ensino, é definida em parceria com as próprias escolas e de acordo com seu planejamento e contempla as temáticas de redução, reciclagem e reutilização de resíduos.

•    Agentes PEA: são equipes que atuam na mobilização das escolas, entidades e comunidades para o foco do Programa; na identificação de Projetos Pedagógicos da Comunidade e das Escolas; na realização de interfaces e mediações entre os participantes; no monitoramento das metas estabelecidas e na própria produção da programação.