Covid-19 Kinross

POSICIONAMENTO DA KINROSS SOBRE O CORONAVÍRUS

A Kinross Brasil Mineração (KBM) está somando esforços com as autoridades de saúde para mitigar os riscos de contaminação e proliferação do novo coronavírus (COVID-19). A empresa tem acompanhado as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde e, em consonância às recomendações, realiza medidas educativas de prevenção e incentivo à adoção de hábitos saudáveis envolvendo empregados e terceirizados.

Envolvida desde o início da pandemia em medidas de mitigação e prevenção ao Coronavírus (COVID-19), a Kinross reforça suas frentes de suporte ao município de Paracatu (MG) destinando recursos de cerca de R$ 2.500.000 (dois milhões e quinhentos mil reais).
A empresa está adquirindo seis mil kits de testes rápidos para o sistema de saúde pública da cidade.
Além disso, por meio de um termo de cooperação técnica com o município, a Kinross disponibilizou recursos para que a prefeitura possa realizar os exames de identificação e comprovação da contaminação, ou não, pela COVID-19. Em paralelo, participou de uma chamada pública da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) para a compra de respiradores para hospitais mineiros, prevendo a destinação de 5 respiradores para a cidade de Paracatu.

A Kinross segue atuando nas ações desenvolvidas em apoio à Secretaria Municipal de Saúde e ao Plano de Ajuda Mútua (PAM), que é coordenado pela Defesa Civil e composto por diversas empresas do município. Nessa frente, a empresa esteve envolvida em doações de máscaras, luvas e álcool em gel, além do empréstimo de equipamentos para ações de controle, como a aferição de temperatura corporal e limpeza de vias públicas com carros pipas.

“Como empresa global, que tem como valor as pessoas em primeiro lugar, estamos adotando medidas preventivas em todos os sete países onde atuamos. Em Paracatu, temos como compromisso somar esforços com as autoridades de saúde para mitigar os riscos de contaminação e proliferação do novo coronavírus. Estamos acompanhando as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde e, em consonância às recomendações, realizamos medidas de prevenção e orientação envolvendo empregados e terceirizados”, explica o presidente da empresa no Brasil e gerente geral de Paracatu, Gilberto Azevedo.

SINTOMAS E PROCEDIMENTOS

MEDIDAS PREVENTIVAS DE COMBATE AO NOVO CORONAVÍRUS

As ações de prevenção também foram intensificadas dentro da empresa. O trabalho remoto foi adotado por 30% dos empregados e 50% dos terceirizados. Os demais estão sendo orientados constantemente a manterem distância segura e adotarem hábitos de higiene e proteção com o objetivo de controlar a proliferação do vírus. O refeitório da empresa tem funcionado em horário estendido para distribuir melhor os empregados, evitando aglomerações. As refeições estão sendo servidas em embalagens individuais e consumidas em áreas abertas, mantendo o espaçamento seguro entre as mesas.

O Posto Médico da Kinross está preparado para atender empregados que identificarem sintomas do Coronavírus ou que estejam em situação de risco. A higienização e desinfecção dos refeitórios, banheiros, ônibus, táxis, catracas e corrimãos estão sendo realizadas com maior frequência. As viagens internacionais estão suspensas temporariamente e as interestaduais e intermunicipais limitadas para casos de extrema necessidade. As reuniões presenciais estão sendo substituídas por tele e videoconferências. Além disso, máscaras faciais de tecidos foram adquiridas para distribuição aos empregados e seus dependentes, atendendo a uma orientação de uso feita pelo Ministério da Saúde.

Para intensificar as medidas de segurança, a Kinross suspendeu temporariamente o Programa de Visitas e postergou a presença de parceiros e fornecedores de outras localidades.


Vacina contra gripe

A partir do dia 13 de abril, a empresa inicia a campanha de vacinação contra a gripe (vírus Influenza) para os seus empregados. Neste ano, excepcionalmente, esse benefício será estendido aos familiares. A Kinross entende essa ação como uma forma de desonerar o município da responsabilidade de imunizar mais de cinco mil pessoas. Apesar de não ser eficácia no combate ao Coronavírus, a vacina contra a gripe vai contribuir para evitar superlotação de postos médicos e hospitais durante a pandemia.

Paracatu Integrada No Combate à COVID-19

Está no ar a campanha de conscientização do uso de máscaras por toda a população paracatuense. A proposta é que as pessoas da cidade utilizem diariamente as máscaras de tecido em suas atividades que envolvam contato com outras pessoas. Liderado pela Agência para o Desenvolvimento Sustentável de Paracatu (ADESP), o movimento tambem engaja organizações como Fiemg, Sesi, Senai, Rotary, Associação do Comércio, Sesc, Sebrae, Associação Comercial, Rotary e Nexa além da Kinross Paracatu e outras mais.

Faça parte desse movimento você também!

FAÇA SUA PARTE!

DÚVIDAS FREQUENTES

SOBRE O VÍRUS

O Coronavírus (COVID-19) é um vírus identificado como a causa de um surto de doença respiratória detectado pela primeira vez em Wuhan, China. O COVID-19 faz parte de uma grande família viral, que causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por Coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os Coronavírus comuns ao longo da vida.
Alguns Coronavírus podem causar síndromes respiratórias graves, como a síndrome respiratória aguda grave que ficou conhecida pela sigla SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome).

De uma forma geral, a principal forma de transmissão dos Coronavírus é por meio do contato próximo pessoa a pessoa, a partir de secreções respiratórias de uma pessoa infectada, e pela tosse.

A média é de 5 dias, podendo chegar até 13 dias.

A média é de 7 dias após o início dos sintomas. No entanto, estudos sugerem que a transmissão possa ocorrer, mesmo sem o surgimento de sinais e sintomas.

Até o momento não há medicamento específico para o tratamento da infecção humana pelo COVID-19. No entanto, medidas preventivas devem ser implementadas.

AÇÕES INTERNAS DA KINROSS

No dia 10 de março de 2020, um dos empregados da sede da empresa, em Toronto, Canadá, testou positivo para COVID-19. O empregado está em casa cumprindo o período de quarentena e apresenta boas condições de saúde. Ele não realizou, nas últimas semanas, viagens para unidades da empresa em outros países.
A empresa fechou o escritório para uma limpeza e desinfecção completa e solicitou aos empregados que trabalhem em casa até, pelo menos, 20 de março, quando a necessidade de fechamento será reavaliada.

A Kinross Brasil Mineração (KBM) está somando esforços com as autoridades de saúde para mitigar os riscos de contaminação e proliferação do novo coronavírus (COVID-19). A empresa tem acompanhado as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde e, em consonância às recomendações, realiza medidas educativas de prevenção e incentivo à adoção de hábitos saudáveis envolvendo empregados e terceirizados.
Como empresa global, que tem como valor as pessoas em primeiro lugar, a Kinross adota essas medidas preventivas em todas as suas nove minas e escritórios nos sete países onde está presente.
Em Paracatu, a empresa orienta seus empregados que avaliem a necessidade de viagens a trabalho internacionais e interestaduais até que a OMS e o Ministério da Saúde reportem o controle do vírus.  Eventos internos e o programa de visitas “Por dentro da Kinross” também foram suspensos. Visitas de consultores e fornecedores à mina também estão sendo postergadas. Essa medida preventiva visa garantir a saúde e a segurança de todos os nossos empregados, familiares, prestadores de serviço e comunidade em geral.

Cada setor possui atribuições e responsabilidades para contribuir no combate ao Coronavírus – COVID-19. Ao RH, cabe o cuidado em relação à higienização e desinfecção de locais comuns como refeitórios, banheiros, ônibus, catracas e corrimãos; restruturação dos treinamentos, utilizando de maneira mais ampla o recurso da plataforma online e Outlook (Zoom). A área de Suprimentos é responsável por garantir a aquisição, distribuição e armazenagem dos materiais, produtos ou serviços pertinentes e necessários ao atendimento desse procedimento, em tempo hábil.
O setor de Comunicação estabelece estratégia para a plena divulgação das informações pertinentes a cada nível e em todos os níveis da organização, bem como envolvendo as contratadas e a Comunidade. Cabe a todas as lideranças a redução de reuniões e cancelamento de eventos com aglomeração de pessoas em locais fechados e climatizados. Em caso de impossibilidade devem ser utilizados preferencialmente fone ou videoconferências, limitando a 5 o número de participantes.
A Segurança Patrimonial, ao receber um visitante, fornecedor ou autoridade legais, deve solicitar o preenchimento do Questionário Visitante Kinross Brasil Mineração S/A e, no caso de alguma resposta sugestiva à presença do Coronavírus ou suspeitar por sintomas aparentes (tosse ou espirros, por exemplo), a equipe de vigilantes deverá direcionar ao Posto Médico da empresa.
A Medicina do Trabalho deve realizar os primeiros atendimentos ao empregado com suspeita de infecção pelo Coronavírus, bem como a realização da avaliação clínica do visitante e liberação para adentrar ao site da empresa. No caso dos empregados, a equipe de Medicina deve manter monitoramento aos empregados que estiverem em condição de “auto isolamento” (7 dias) e “quarentena” (14 dias), estabelecendo esta exigência também às Contratadas. A Medicina do Trabalho deve manter atualizadas as informações sobre a evolução da situação local e mundial por meio dos sites oficiais, divulgando aos níveis pertinentes

A todos os empregados, contratados, fornecedores, autoridades oficiais e visitantes as orientações são:
⦁ Lavar e desinfetar as mãos frequentemente com água, sabão e álcool gel. Lavar também nariz e boca. Para tal, foram distribuídos lavatórios com sabão líquido e toalhas descartáveis em todos os banheiros, vestiários, entradas de refeitórios e copas, em quantidades suficientes, bem como dispeseres ou frascos com álcool gel em todos os ambientes da empresa, inclusive nas salas de reunião, salas de treinamento e mesas dos refeitórios.
⦁ Buscar manter distância mínima de 1m das outras pessoas na maioria das condições de trabalho: reuniões, filas, treinamentos, conversas, refeições, etc.;
⦁ Manter as janelas abertas nos ônibus de transporte e nas salas de trabalho, garantindo boa ventilação natural e a distância segura dos colegas (1m);
⦁ Ao tossir ou espirrar, proteger a boca e nariz com o ombro ou braço;
⦁ Evitar cumprimentos como apertos de mão, abraços e beijos;
⦁ Recomenda-se não frequentar locais e eventos com aglomeração de pessoas (ou mesmo promovê-los), a exemplo de cinemas, teatros, shows, festas, palestras, etc.

E ainda informar à Medicina do Trabalho no caso de:
⦁ Ser recém-chegado de viagem por transporte coletivo nos últimos 14 dias ou ter mantido contato com pessoas recém-chegadas;
⦁ Apresentar os sintomas característicos ou ter mantido contato com pessoas que os tenham, inclusive familiares.

A higienização e desinfecção dos refeitórios, banheiros, ônibus, táxis, catracas e corrimãos estão sendo realizadas com maior frequência. A Kinross orienta que copos ou garrafas individuais devem estar devidamente identificadas com o nome do respectivo dono, não devendo ser compartilhado e ser higienizado corretamente após o uso. Durante esse período, o uso de descartáveis é aconselhável.

O horário de servir as refeições será estendido e as lideranças são responsáveis por garantir maior distribuição das equipes, reduzindo, assim, o número de pessoas nos salões. As mesas terão os espaços aumentados entre elas, mantendo portas e janelas abertas e ar condicionado desligados, para que o ambiente se mantenha ventilado. Os talheres são acondicionados em sacos plásticos juntamente com guardanapos e os alimentos são servidos pelo pessoal da GRSA nos pratos.

Todas as reuniões de trabalho e treinamentos são realizados por telefone ou videoconferência online. Caso sejam imprescindíveis reuniões ou treinamentos (essenciais/obrigatórios) presenciais, eles serão conduzidos em locais com ventilação natural, com no máximo 5 pessoas e garantindo o distanciamento mínimo de 1m entre elas, as quais devem evitar qualquer contato direto, como aperto de mão, abraço, beijo, etc.
Todos os eventos que seriam promovidos pela KBM ou por suas contratadas que necessitem de aglomeração de pessoas serão cancelados. Todo e qualquer evento externo que envolva ou haja convite ao pessoal da KBM que tenha necessidade presencial em aglomerações (shows, exposições, reuniões de comunidade, palestras, etc.) estão cancelados ou serão postergados para o 2o semestre do ano.

Em virtude do alerta global relacionado ao risco de transmissão do Coronavírus (COVID-19), a Kinross Brasil Mineração S/A determina que, temporariamente, não sejam realizadas viagens internacionais e mesmo as interestaduais via aérea e a serviço, com exceção se houver autorização expressa da Diretoria da área.

As demais viagens interestaduais ou mesmo intermunicipais, mesmo que por outros meios de transporte, devem ser autorizadas formalmente (por e-mail) pela chefia imediata ou gestor de contrato (da KBM) do viajante, sendo minimamente a nível Gerencial.

Pessoas que por histórico estejam retornando de viagens internacionais, interestaduais e/ou intermunicipais, por questões de trabalho ou férias, devem comunicar a sua Chefia Imediata e à Medicina do Trabalho da KBM, para que recebam as orientações a partir da data de seu retorno ao Brasil ou a Paracatu, antes mesmo de comparecerem a empresa. Caso necessitem de algum regime de isolamento, o retorno delas somente se dará após avaliação do médico do trabalho após este período, para confirmação da não existência de sintomas. Essa condição se aplica também a candidatos a trabalhar na KBM ou em empresas contratadas.

As reservas de voos para viagens dos empregados estão canceladas até o final de Abril/2020. Havendo exceções, elas devem ser tratadas pela Diretoria da área.

Se manifestado algum sinal e/ou sintoma e/ou situação de risco, a pessoa deve ser encaminhada imediatamente ao Posto Médico da Kinross, conforme situações sinalizadas abaixo:

DÚVIDAS GERAIS

As Chefias a nível gerencial devem identificar as posições e estabelecer, com prioridade, que elas possam trabalhar em casa, utilizando meios telefônico e eletrônico para comunicação e execução de suas atividades administrativas. O início dessa forma de trabalho será a partir do dia 17 de março de 2020, conforme deliberação de cada Diretor, que deve decidir quais os empregados e por quanto tempo estes devem permanecer em Home office, até que seja minimizada a condição de proliferação da infecção.

A Kinross Brasil Mineração suspendeu temporariamente contratados sazonais, visitantes e fornecedores procedentes de outras localidades, exceto os casos extraordinários devidamente autorizados pela Diretoria da área.
Na chegada à empresa de um contratado, visitante ou fornecedor previamente liberado, bem como de autoridades legais para fins de fiscalização, por exemplo, ele deve preencher o Questionário Visitante Kinross Brasil Mineração S/A com o objetivo de minimizar os riscos de disseminação do vírus dentro da empresa.
Em caso de recusa, não será permitida a entrada, com exceção das autoridades legais. Para esses casos, a Segurança Patrimonial deve comunicar a área que irá receber a autoridade e à Medicina do Trabalho.

Está disponível um telefone de suporte para qualquer dúvida ou questionamento em relação ao assunto e que pode ser utilizado por empregados, seus dependentes e contratados: 4020-0187 (Nurse Line D’OR).

O coronavirus é uma ameaça global e pode afetar qualquer operação de qualquer negócio e não somente a Kinross. No caso da Kinross em Paracatu os impactos poderão ser sentidos em casos extremos em que a empresa tenha que limitar suas operações visando a proteção da saúde de seus funcionários e contratados. Este impacto varia de acordo com o nível necessário de interrupção.

Uma homenagem da Orquestra Ouro Preto aos paracatuenses

Estamos vivendo tempos difíceis, isolados de nossos familiares e amigos. Mas ficar em casa é importante para poupar aqueles que amamos, especialmente os mais frágeis. Então, se puder, fique em casa. E quando estiver fora, no trabalho ou no supermercado, seja cuidadoso, seguindo as recomendações de usar álcool em gel, lavar as mãos frequentemente e evitar contato próximo com outras pessoas.
Tudo isso vai passar. E enquanto estamos enfrentando isso juntos, a Orquestra Ouro Preto quer dedicar uma música a todos os empregados da Kinross e aos moradores de Paracatu. Um presente para nossos corações.

Obrigada Orquestra Ouro Preto!
(Créditos do vídeo: Maestro Rodrigo Toffolo, Marina e Mara Toffolo / Música: Hallelujah, de Leonard Cohen)